Artigo Soluções

SOCIAL

Parques urbanos e periurbanos

Parques urbanos e periurbanos

Soluções Baseadas na Natureza (NBS)

Áreas verdes urbanas

Nível de maturidade da solução

Ideação e pesquisa


Aplicada em escala piloto


Disponível comercialmente e aplicada


Amplamente disseminada


Tipo de Investimento

Informação indisponível


Emissão de GEE (Gases de Efeito Estufa)

Esta solução contribui para a redução da emissão de GEE (Gases de Efeito Estufa)

Justificativa

Ecossistemas e solos sequestram e estocam GEE


Grandes áreas verdes protegidas, como parques, são soluções baseadas na natureza que evitam a expansão urbana descontrolada sobre espaços que devem ser conservados e preservados, como encostas íngremes, áreas sujeitas a enchentes e inundações e/ou com rica biodiversidade, mananciais etc. Muitos parques são remanescentes de fragmentos que sobraram durante a urbanização devido a difícil acesso; outros são áreas recuperadas e que foram de algum modo impactadas pela ocupação humana. Os parques oferecem numerosos serviços ecossistêmicos que mitigam efeitos da infraestrutura cinza, oferecendo oportunidades de lazer, recreação, atividades esportivas e físicas; mantêm patrimônios culturais e históricos – memória da ocupação; conectam áreas verdes; amenizam o clima urbano; estabilizam encostas; mantêm o ciclo das águas e as nascentes; protegem a biodiversidade; sequestram carbono da atmosfera; dentre outros. Além disso, podem proporcionam atividades econômico-sociais por possuírem áreas de convívio público, que atraem visitantes e turistas. Grandes parques urbanos podem ser protegidos por áreas produtivas geridas, em grande parte por agricultores familiares em sua área de amortecimento, o que contribui para a segurança alimentar. Podem ainda promover a proteção de nascentes e cursos d’água e conter a expansão urbana com instrumentos legais.

Biodiversidade e serviços ecossistêmicos Lazer e recreação Saúde Sustentabilidade urbana Parques urbanos e periurbanos

O Problema

O processo de urbanização transformou as paisagens originais com impactos nos processos e fluxos naturais. Atualmente, parques urbanos estão sendo reconhecidos como imprescindíveis para a sustentabilidade e resiliência das cidades. Desde o século passado, fragmentos de ecossistemas, naturais ou regenerados têm sido protegidos para oferecer benefícios a áreas construídas e pavimentadas.

Estudos de Caso